VPN

VPN (Virtual Private Network) significa “rede privada virtual” – um serviço que criptografa o tráfego da Internet e protege sua identidade online.

Normalmente, quando você tenta acessar um site na Internet, o Provedor de Serviços de Internet (ISP, sigla em inglês) recebe a solicitação e redireciona você para o seu destino. À medida que seu tráfego de Internet passa pelo provedor, tudo o que você faz online pode ser visualizado. Além disso, o seu comportamento pode ser rastreado e, às vezes, até mesmo seu histórico de navegação pode ser oferecido para anunciantes, agências governamentais e outros terceiros.

É aqui que uma VPN entra em cena. Ela redireciona seu tráfego de Internet através de um servidor VPN especialmente configurado, ocultando seu endereço IP e criptografando todos os dados que são enviados ou recebidos. Os dados criptografados se tornam sem sentido para quem os intercepta, impossibilitando a leitura.

Considere uma rede Wi-Fi pública, talvez em uma cafeteria ou aeroporto. Normalmente, você se conectaria sem pensar duas vezes, mas você sabe quem pode estar monitorando o tráfego da rede? Você consegue ter a certeza de que o ponto de acesso é legítimo ou se está sendo operado por um criminoso que está procurando seus dados pessoais? Pense nas senhas, dados bancários, números de cartão de crédito e todas as informações privada que envia ao realizar atividades on-line.

Com uma VPN ativa, todos os dados que você envia e recebe viajam através de um túnel criptografado para que ninguém possa ter acesso às suas informações privadas. Isso significa que mesmo que um cibercriminoso intercepte seus dados, não poderá decifrá-los.

Raid

RAID é um meio de se criar um subsistema de armazenamento composto por vários discos individuais, com a finalidade de ganhar segurança — por meio da redundância de dados — e desempenho. Popularmente, RAID seriam dois ou mais discos (por exemplo, HD ou disco rígido e até SSD) trabalhando simultaneamente para um mesmo fim, por exemplo, citando o exemplo de RAID 1 logo abaixo, serviria como um espelhamento simples, rápido e confiável entre dois discos, para se fazer uma cópia idêntica de um disco em outro.

O RAID oferece segurança e confiabilidade por meio da adição de redundância. Se um disco falhar, o outro continua funcionando normalmente e o usuário nem percebe diferença. O administrador é avisado pelo sistema e substitui o disco que falhou. Apesar disso, o RAID não protege contra falhas de energia ou erros de operação ou contra a falha simultânea dos dois discos. Falhas de energia, código errado de núcleo ou erros operacionais podem danificar os dados de forma irrecuperável. Por este motivo, mesmo usando-se o RAID não se dispensa a tradicional cópia de backup.

Função Hash

As funções de hash criptográficas também são usadas ​​para garantir  integridade de mensagens, documentos, programas e etc. Em outras palavras, você pode garantir que alguma comunicação ou um arquivo não seja adulterado através da verificação do hash criado antes e depois da transmissão de dados. Se os dois hash são idênticos, então a transmissão é autêntica, significando que não houve adulteração.

Quer criar função hash para seus documentos?
Software Recomendado: Hash Generator